Otimizacao SEO Merch by Amazon

O Guia Definitivo de SEO no Merch by Amazon

Vender camisas no Merch by Amazon pode ser super empolgante quando você encontra o caminho das pedras e começa a vender bem: é tráfego orgânico que te gera receita recorrente. Mas também pode ser frustrante se você ver que o tempo e esforço que dedica à plataforma – pesquisa, criação e upload – não consegue gerar vendas. Pra isso, vamos precisar dominar o SEO (do inglês Search Engine Optimization), a otimização de palavras-chave para turbinar os mecanismos de busca na plataforma.

Se você tem um histórico de designer ou de vendedor online, não conseguir resultados imediatos no Merch pode te deixar triste, e muitas pessoas acabam desistindo de vez antes mesmo de sair do tier (nível) 10 ou 25. Esse níveis são, de longe, os mais difíceis de sair e pra isso você precisa aprender a direcionar tráfego externo (via AMS Ads, Facebook, Pinterest ou Instagram) ou você pode aprender a otimizar suas listagens, para fazer com que suas próprias descrições façam o trabalho de encontrar compradores para suas estampas. Uma combinação de ambos é, no final das contas, o melhor caminho, mas este artigo vai se concentrar no segunda opção.

Vindo de um background de marketing digital, percebo que, para muitos, o Merch by Amazon é a primeira experiência em ganhar dinheiro na internet. Embora você tenha começado bem, pode ser que você não esteja tão familiarizado com keywords ou palavras-chave (a base da otimização de buscas da Amazon) quanto eu. Se estiver, ótimo: você está um passo adiante da concorrência e vai ser fácil pegar o jeito. Mas se ainda não faz parte da sua rotina, vamos conhecer o conteúdo básico aqui e, em seguida, vamos para o SEO no Merch by Amazon mais avançado.

Otimizando suas estampas

Para usar SEO no Merch by Amazon em sua listagem corretamente, existem alguns pontos-chave que precisamos usar. São eles: preço, marca (brand name), título (title), descrições (bullet points) e competição.

Seu poder está nas palavras-chave das descrições (guarde isso!).

Preço

Sei que na maioria dos grupos do Facebook as pessoas vendem seus produtos por $19,99 e nunca abaixam o preço. Eu mesmo confesso que pratico isso em muitas das estampas. Fato é que seu preço não deve ser baseado no que você acha que vale a pena. Seu preço deve ser baseado no mercado e na concorrência que você enfrenta.

O que isso significa para você? Significa que quanto menos concorrência você enfrenta, maior será o preço que você poderá cobrar inicialmente. Lei da oferta e demanda. Quanto mais concorrência, menor o preço deve ser para conseguir vendas. Um ponto importante que você tem que saber é que as avaliações de produtos na Amazon são extremamente importantes: elas são o que empurram suas vendas e aumentam a classificação BSR e relevância daquele produto. Compradores lêem as resenhas e comentários e baseiam sua compra no que estava escrito ali. O mesmo acontece com as camisetas. Assim que você obtiver algumas boas críticas, você pode aumentar seus preços e as pessoas terão prazer em escolher o seu design, simplesmente pelo fato de que você tem avaliações e outras concorrentes não!

Isso não quer dizer que você deva precificar suas estampas como as mais baratas. Minha sugestão é dar uma olhada, pesquisando seu nicho na Amazon antes de fazer o upload. Coloque o valor da sua camiseta em um preço médio, de forma que não estará competindo por preço no começo, mas por design, por melhor estampa. Se você tem uma camiseta de preço moderado com um design que está ganhando da concorrência, você vai vender mais camisetas.

Essa estratégia acima é particularmente importante pois a Amazon lança políticas de “tempo de vida” de uma estampa na plataforma. Se ela não vender com um determinado tempo, ela é deletada (atualmente, 360 dias). O objetivo nesse sentido então é conseguir a primeira venda. Seguindo o que expliquei acima, você terá mais chances de conseguir vender suas camisetas, e aumentará os preços assim que obtiver as tão necessárias avaliações. Pense a longo prazo aqui; isso não é dinheiro rápido. É um trabalho continuado. Não há preço “certo”, há apenas o preço que o mercado determina.

Marca (Brand Name)

O campo de descrição brand name, “Marca”, é livre na Amazon, ou seja, você pode adicionar o nome que quiser nele. Particularmente sigo duas formas de trabalhar com as marcas das minhas. Você pode colocar suas camisetas usando nomes diferentes de marcas pra cada nicho (ou até mesmo estampa), ou pode usar a plataforma do Merch para construir pra si uma única marca, que contenha todas suas estampas dentro dela.

Antigamente, cada camiseta que eu criava era colocada com um nome de marca diferente. Isso é bom para, por exemplo, evitar que alguém saiba e copie TUDO o que você tem dentro da sua marca. Quando você aparece nos resultados da Amazon com uma Marca, você tem mais chance de chamar a atenção de alguém que está navegando na página. O usuário vê um título, vê uma marca, e se isso for relacionado ao que eles estão buscando, aumenta a possibilidade de ser clicado. Dessa forma, agrupar suas camisetas por nichos de interesse seria uma ótima sacada.

Por essa razão, sugiro sempre adicionar palavras-chave na descrições da Marca. Se você vai publicar uma camisa de “fantasma” (ghost), por exemplo, usar na descrição da marca algo tipo “Camisetas Assustadoras de Fantasma” (Scary Ghost Tees) ou “Loja de Camisetas do Fantasminha Camarada” (Friendly Ghost Shirt Store) talvez faça sentido. Cada descrição dessas contém as palavras “Ghost Tees” e “Ghost Shirt” nelas, palavras-chave que talvez os compradores estejam buscando. As marcas, descritas assim, não só terão palavras-chave inseridas, como também representarão um nicho, no qual você pode, por exemplo, agrupar todas as suas camisetas de Fantasmas, ou de Halloween. Se alguém clicar na sua camiseta de fantasma e depois na sua marca, verão outras opções de camisetas e temas relacionados ao que eles procuram. Pode aumentar e muito sua visibilidade e suas vendas, pois você acaba ofertando mais ideias ao usuário.

Usar a opção de colocar todas suas estampas sob uma única marca só faz sentido se você já possui um nome ou marca conhecidos, ou se pretende fazer da sua marca uma representante de determinado nicho. Imagine se misturar estampas infantis de fadinhas e aniversário de criança dentro de camisetas hardcore para Motoqueiros ou Metaleiros. Não faz sentido, e você possivelmente vai afastar compradores interessados em ambos os nichos.

Lembrete:

Cada uma dessas seções de otimização nada mais é do que um exercício de se colocar no lugar do comprador.

Título

É aqui que as palavras-chave entram em jogo. Para falar sobre palavras-chave, primeiro precisamos falar sobre concorrência.

Por exemplo, digamos que você acabou de criar um design incrível sobre “gatos”. Você faz o upload da sua camisa depois de pesquisar camisetas similares. Agora você chega ao ponto em que deve criar um título. O que você coloca? Somente “Camiseta de gato preto” (black cat t-shirt)? Não, esse não é o jeito certo!

Quase 150.000 resultados para essas palavras-chave!

Se você fizesse o que eu disse acima, você estaria competindo contra quase 150 mil outras camisetas! Como você espera se destacar quando está perdido no meio de tanta concorrência? As chances de chamar a atenção do comprador são muito pequenas, e você ficará desapontado quando não fizer nenhuma venda nos próximos 2 meses.

Você precisa olhar bem para sua estampa e descrevê-la para si mesmo. O que ela tem de mais? Qual detalhe nela pode adicionar mais precisão à sua descrição? O que um cliente procuraria se quisesse comprar esta camiseta? Você precisa pensar no nicho em que ela se encaixa. Este processo é de apenas adicionar palavras-chave diferentes no título e ver quantos resultados aquele conjunto de palavras-chave gera. Talvez sua camiseta tenha orelhas de gato preto nelas. “Camiseta de orelhas de gato preto” (black cat ears t-shirt) pode ser um melhor ajuste… Vamos ver o resultado?

3.000 resultados para essa variante de palavras-chave. Isso é melhor, mas ainda é muita competição. Agora você pode experimentar alguns adjetivos. Tente “Camiseta Fofa com Orelhas de Gato Preto” (cute black cat ears t-shirt)

1.300 resultados desta vez. Dá pra afunilar mais ainda… Que tal adicionar mais uma coisa ao título?

Olha só! 64 resultados. Essa é a estratégia para afunilar no nicho e ser muito específico. Eu gosto de descrever meus títulos de camisetas como eu a descreveria para uma pessoa cega. Pode parecer bobo, mas funciona, pois sendo detalhista você consegue ser específico. Com o tempo você se sentirá confortável descrevendo suas camisetas em detalhes e não precisará gastar tanto tempo pesquisando na Amazon, já que isso pode ser demorado. No Merch Informer (ferramenta paga de pesquisa da Amazon, que temos desconto de 20% com o cupom RAFAEL20) você também pode usar o verificador de competição avançado para encontrar rapidamente palavras-chave que valem a pena explorar e colocar seus títulos para economizar algum tempo.

Qual usar? T-Shirt, Tee Shirt, Tees ou Shirts?

Quando eu procuro na Amazon por uma camiseta, sempre escrevo “t-shirt” no final da minha pesquisa. Sempre fiz isso, e acho que a maioria das pessoas faz também, e sei que o público americano pesquisa mais assim do que qualquer outro jeito. Por esta razão, eu termino cada um dos meus títulos com “t-shirt”, e sugiro que faça o mesmo. (*Com a recente atualização da plataforma e inclusão do Beta Uploader, não é necessário adicionar mais a palavra “t-shirt” ao final, pois os tipos de produtos são adicionados automaticamente. É até melhor pois libera mais caracteres para preenchermos!)

Algumas pessoas podem não pesquisar pelo termo t-shirt, mas podem incluir palavras parecidas em suas consultas de pesquisa, como “camisa” (shirt) ou algo semelhante como tee shirt, shirts, ou sem o hífen “t shirt”. O que fazer? Eu incluo essas variantes na descrição da estampa (bullet points), que é onde temos mais espaço para gastar. Como já existe “t-shirt” no título, basta incluir as variações não usadas para poder ter mais keywords disponíveis para serem encontradas.

Bullet Points

Se o título é o primeiro lugar que chama a atenção de seus clientes, então os bullet points são onde você faz a venda! Eles são aqueles dois campos com 256 caracteres que possuem bastante espaço para descrever seus produtos, e lá você deve agir como um vendedor, mostrando para quem aquela estampa foi pensada.

Onde encontrar os bullet points na página do produto

Se você quer convencer o usuário a comprar seu produto, você precisa inserir palavras-chave em seus marcadores (chamados também de bullet points), descrevendo seu produto de forma coerente e precisa (se tem um cachorro na sua estampa, não justifica usar descrições de um carro), pensando tanto em quem procura por aquilo e em esquivar-se de palavras protegidas por copyright.

Como preencher?

Você tem 2 bullet points, então você precisa aproveitá-los ao máximo. Para o primeiro campo, por exemplo, gosto de ser específico e detalhar a estampa e o nicho. Digamos que acabamos criando uma camiseta como descrevemos acima., uma camiseta fofa de Dia das Bruxas com orelhas de gato preto. Você definiu um nome de marca, o título do produto e o preço. Agora você precisa criar seu primeiro bullet point. Para fazer isso, você precisa pensar em sinônimos da sua palavra-chave principal. Como não há sinônimos para a palavra Halloween, vamos nos concentrar na raiz principal da palavra-chave aqui: “Gato”.

Se você não é familiar com o inglês, procure palavras-chave por meio de um dicionário de sinônimos, tipo o TheSaurus (clique aqui). Sinônimos aqui podem incluir: cat, cats, kitty, kitten, o “tipo” de gato, e assim por diante. Tudo em inglês, claro. Agora que você tem seus sinônimos, basta criar uma sentença lógica que inclua as palavras e descreva o produto ao mesmo tempo, tipo isso:

Vai ficar em casa no Halloween e quer ficar de bobeira com a sua camiseta com orelhas de gatinho? Parece que esta camisa de Halloween de gatinho fofo é perfeita para você comprar de presente para aquele amigo solitário que ama gatos e que está sempre em casa com seu gato preto!

Veja como o anúncio não fala somente sobre a descrição da camiseta. Nele nós fazemos a venda para o público que pensamos. Você incluiu palavras-chave como gatinho, gatinho fofo, Halloween, além das variantes do produto (camisa, camiseta). A palavra-chave “presente” realmente parece ajudar a impulsionar as vendas nesse sentido, então, use-a.

Passemos para o segundo bullet point. Nele, você pode pensar em frases que abordem o nicho de maneira mais genérica, ampliando o alcance da estampa, por exemplo, para aqueles que amam bichos (incluindo não só quem gosta de gatos, mas também de cachorros, pets em geral), parentes que gostariam de ganhar aquela camiseta (tios, avós, sobrinhos, filhos, crianças), profissões relacionadas que usariam isso (Veterinários? Zoólogos? Biólogos?), além de possíveis variações que as palavras-chave sugerem. Usando nosso exemplo, a palavra Halloween pode derivar keywords como bruxas, fantasmas, festa, doces ou travessuras, e por aí vai.

Ficaria mais ou menos assim:

Use esta Camiseta Fofa do Dia das Bruxas com orelhas de gatinho preto para pedir doces ou travessuras, para dar de presente para crianças, amigos e família… Perfeita para aquele professor de biologia, zoólogo, veterinário ou qualquer um que ame bichos (até cachorros) na festa mais assustadora do ano!

Com essa técnica, você enche seu produto de palavras-chave sem parecer spam e o ajuda a ser encontrado pelos mecanismos de busca da plataforma. Pela política de conteúdo da Amazon, você não deve nunca falar de aspectos do produto em si (tamanho, adequação da camiseta, tipos de tinta) ou inserir palavras que contenham copyright ou que fujam do que descreve o TOS (Terms of Service) da plataforma. Se você ainda não leu, é leitura obrigatória pra evitar rejeições de estampas!

Reparou que adicionamos as palavras que usamos no título de novo? Essa é uma dica matadora para reforçar as keywords, repetindo-as na descrição dos bullet points. Você não precisa repetir tudo (gato isso, gato aquilo, gato etc), mas não custa reforçar. Crie sentenças agradáveis de ler.

Em termos de SEO no Merch by Amazon, as descrições dos produtos aparecem como a meta descrição no Google. Por isso, é altamente recomendável que você preencha sempre esses campos, aproveitando TODOS os caracteres disponíveis.

Encerrando

Estamos chegando a 3.000 palavras, então acho que é hora de encerrar. Você pode seguir em frente e seguir o guia para otimizar seu Merch pelas listagens da Amazon deste artigo ou pode ir além, aprofundando-se em outras formas de levar tráfego a suas estampas – pagas ou não. Tem muita possibilidade disponível através das redes sociais e pretendo em breve abordá-las aqui no blog.

Eu faço uso massivo desse método que expus aqui, e é isso que direciona visitantes para as minhas páginas com tráfego orgânico, gratuito, todo mês. Eu me aproveito da imensa audiência que pesquisa na Amazon todos os dias e faço valer da ferramenta que a plataforma nos disponibilizou para sermos encontrados. Toda minha renda é oriunda dessa técnica, e é por isso que a defendo e exponho para vocês repetirem e me contarem o que rolou em suas listagens de estampa.

Que tal deixar seu comentário abaixo?

11 comentários em “O Guia Definitivo de SEO no Merch by Amazon”

  1. Muito bom! Obrigado por compartilhar esse conteúdo! Estou aguardando ser aceito no Merch, mas já estou por aqui pegando ótimas dicas! Valeu!

  2. Muito Bom Artigo, parabéns mas estou tentando uma oportunidade na Merch by Amazon pra vender camisas , já abrí uma conta mas qdo fui preencher os dados pra receber o convite a opção do brasil não aparece e não pude prosseguir com o pedido de convite já de cara, não dá prosseguimento pq vc é obrigado a preencher o campo de país…Como vc fez pra conseguir sua conta, vc mora fora do Brasil? Att

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *